MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Uma tarde perfeita em Valparaíso, no Chile
ago/17
09
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir
As casinhas multicoloridas de Valparaíso

As casinhas multicoloridas de Valparaíso

A 120 quilômetros de Santiago, Valparaíso é destino ideal para um bate e volta – e um dos lugares mais peculiares do Chile. Esta cidade portuária de 250 mil habitantes se espalha de forma caótica (e encantadora) por uma série de morros, formando um anfiteatro diante do Pacífico. Cheia de vida e com uma personalidade única, vem ganhando fama pela cena cultural, a boa mesa e a vida noturna agitada. Visitá-la requer pernas fortes para enfrentar escadarias e ladeiras impossíveis, mas rende ótimas descobertas e fotos de suas casinhas típicas pintadas em cores gritantes (muitas vezes repletas de grafites), tombadas como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. A cidade sofreu um grande incêndio no começo de 2017, mas sua parte histórica não foi afetada. A seguir, as dicas para uma tarde perfeita em “Valpo”:

12h – Almoço em alto estilo

A cidade é um anfiteatro com vista para o Pacífico

A cidade é um anfiteatro com vista para o Pacífico

Comece almoçando no Pasta y Vino, da chef Verónica Algageme, uma das responsáveis pela boa reputação da cena gastronômica da cidade. O menu, de essência italiana, utiliza ingredientes locais em receitas como a bruschetta de loco (fruto do mar) com batata crocante e o carpaccio de ostiones (marisco local) com maracujá e escamas de coco.

13h30 – Passeio pelo Cerro Alegre

O restaurante é um dos “lugarzinhos” que fazem a fama do Cerro Alegre, o bairro mais charmoso de Valpo, onde as casinhas coloridas antigas (em grande parte muito bem conservadas) abrigam uma série de lojas, galerias, hotéis-boutique, bares e cafés.

15h – Sobe e desce

Um dos elevadores que conectam a parte alta à cidade baixa

Um dos elevadores que conectam a parte alta à cidade baixa

Valparaíso se divide em cidade baixa (El Plan) e os morros (cerros). Para facilitar a circulação, a cidade tem uma série de elevadores (os ascensores) – o mais antigo e poético é o Ascensor Concepción. Do alto, a vista panorâmica da cidade é linda. Outro elevador clássico é o Artilleria, que leva do El Plan até o Paseo 21 de Mayo, outro belo mirante com uma simpática feirinha de artesanato e vista para o porto.

17h – Museu La Sebastiana

O refúgio do poeta chileno Pablo Neruda em Valparaíso foi transformado em museu. Neruda se refugiava na cidade em busca de inspiração quando se cansava de Santiago – em 1959, comprou a mansão em parceria com a escultora Marie Martner, que ficou com a parte de baixo. Depois de uma grande reforma, La Sebastiana foi inaugurada com uma festa de arromba em setembro de 1961. Ao longo de vários anos, Neruda passou o Réveillon observando os fogos de artifício de sua torre. Saqueada após o golpe militar chileno, em 1973, a casa foi restaurada em 1991, quando abriu para visitas.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com