MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Uma tarde perfeita em Bangcoc
ago/13
30
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir

Você pode até já ter visitado algumas das metrópoles mais cativantes do mundo, como Londres, Nova York ou Cidade do México. Mas estar em Bangcoc, seja pela primeira ou pela décima vez, é sempre uma experiência superestimulante para os sentidos. Com 6 milhões de habitantes (dez milhões na área metropolitana), a capital da Tailândia tem templos budistas inigualáveis e uma culinária que marcará para sempre o seu paladar com suas pimentas e texturas. Apesar do tamanho intimidante, grande parte das atrações de peso se concentram em uma região relativamente compacta pela qual é possível circular a pé. A seguir, veja um roteiro para uma tarde perfeita em Bangcoc.

 

14h – O centro do budismo tailandês

Se estiver hospedado próximo ao rio Chao Phraya, que concentra grande parte dos hotéis da cidade, procure uma estação de ônibus-barco. Circular em um deles não só é uma experiência autêntica como uma estratégica para escapar do trânsito. Na estação de Tha Tien, você desembarcará ao lado dos templos mais importantes do budismo tailandês. Erguido no século 18, o conjunto conhecido como Grand Palace já foi residência da monarquia local e hoje é alvo de peregrinação de budistas vindos de todo o país – além de milhares de turistas. O templo mais reverenciado do complexo é o do Buda Esmeralda (Wat Phra Kaew, no idioma tailandês), lindamente decorado com adornos brilhantes. Para entrar, saiba de antemão que você deve usar calça ou saia comprida e uma blusa que cubra os ombros, e nada de decote.

15h30 – O maior museu do Sudeste Asiático

Do Grand Palace, você pode ir a pé até o National Museum, um gigantesco complexo de edifícios históricos com uma espetacular coleção de esculturas religiosas. O museu também é uma peça chave para quem quiser saber mais sobre a história do país e sobre os templos de Sukhotai e Ayutthaya, no norte da Tailândia.

 

 


17h – O templo do monte dourado

A uma curta viagem de táxi do National Museum (ou uns 20 minutos de caminhada), o Wat Saket, sobre uma colina artificial no meio da megalópole, é um dos melhores lugares para curtir o fim de tarde. A subida até a torre dourada (que, vista de baixo, é maior do que parece, graças a uma ilusão de ótica) é íngreme, mas você estará protegido do calorão graças à sombra de um minibosque urbano. De cima é possível ter uma vista de 360 graus da cidade, impressionante ao final da tarde, quando o céu se tinge de nuances alaranjadas.

 

 


18h – Happy-hour na beira do rio

O nome é impossível de decorar: Khinlom Chom Sa Phan. O melhor a fazer é anotar num papel, imprimir o mapa disponível para download no site e mostrá-lo ao taxista. À beira do rio Chao Phraya, próximo a uma de suas mais belas pontes e das principais atrações da cidade, este restaurante é um segredinho guardado pelos tailandeses elegantes. A especialidade são as receitas à base de frutos do mar – mantidos vivinhos em tanques atrás da cozinha. Você provavelmente comerá aqui os maiores camarões da sua vida, a um preço muito mais em conta que no Brasil. O restaurante é animadíssimo no comecinho da noite, quando o final do expediente é celebrado com muita cerveja Singha. O ambiente é despojado, com salões ventilados abertos para um enorme terraço sobre o Chao Phraya.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com