MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Uma noite perfeita na… Cidade do Cabo
out/12
10
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir

O apelido de “Rio de Janeiro africano” faz sentido a quem chega à Cidade do Cabo pela primeira vez. Com praias de areia soltinha e costões bem ao estilo carioca, a capital legislativa da África do Sul é cortada por uma descomunal cadeia montanhosa, a Table Mountain, também acessada por um bondinho do estilo do Pão de Açúcar.

Mas alguns dias por ali bastam para esclarecer as diferenças entre a nossa Cidade Maravilhosa e a deles, como a arquitetura vitoriana, o trânsito (dos mais organizados) na mão inglesa e as feições nórdicas da população africâner, descendente dos holandeses que colonizaram, no século 17, a Península do Cabo.

A noite de Cape Town (seu nome em inglês) também é mais urbana do que a descontraída noite carioca. Confira nosso roteiro pronto para aproveitar o seu melhor.

17h30 a 18h – Pôr do sol panorâmico
Assistir ao pôr do sol de cima da Table Mountain é sempre um espetáculo, mas em boa parte do ano o último bondinho desce de lá pouco antes disso – exceto no verão, quando os horários se estendem (confira aqui). Se não der, não tem problema. Basta estar pouco antes do pôr do sol (cheque quando é, de acordo com o mês da sua viagem, aqui) no Victoria & Alfred Waterfront, chamado simplesmente de Waterfront. Este é o porto revitalizado com shoppings, restaurantes e artistas de rua, onde dá para curtir esse momento colorido do dia de dentro de uma roda gigante.

São só duas voltas, com algumas paradas para entrada e saída de passageiros, mas é o suficiente para tirar fotos lindas do mar, da Table Mountain e do Green Point Stadium, que ficou famoso na Copa do Mundo de 2010. Tudo tingido de laranja.

18h30 – Pernada e happy hour no porto

Aproveite para bater perna pelo Waterfront, , a atração mais visitada da Cidade do Cabo, antes do jantar (no auge do verão, em dezembro e janeiro, quando o sol se põe lá pelas 20h, chegue antes para curtir o movimento aqui e só depois termine a exploração da área pela roda gigante).

A área toda tem quase 450 lojas, dentro do shopping, avulsas pelo porto ou dentro do Craft Market, um mercado de artesanato e arte local.  Todas aquelas marcas amadas pelos viajantes brasileiros estão lá, entre elas Body Shop, Jo Malone, Diesel, Gucci, Louis Vuitton, Burberry, Hugo Boss, Nine West, Tagheuer, Chopard… Não perca a apetitosa loja de departamentos local, a Woolworths, e as marcas sulafricanas de roupa infantil, como a Earthchild e a Naartjie.

Não quer comprar nada? Sempre problemas. O porto é uma delícia para passear entre grupos de artistas de rua – os mais frequentes são elegantes senhores cantando músicas africanas a cappella, ou acompanhadas de instrumentos como o xilofone. Ou então para fazer uma happy hour em bares dali, como o elegante Bascule, na marina, com mais de 400 rótulos de uísque, ou a animada microcervejaria Mitchell´s Scottish Ale House & Brewery, na região da Market Square.

21h – Jantar em grande estilo

Amou o V&A Waterfront? O lugar também tem quase 80 restaurantes. Para provar as melhores carnes de caça sulafricanas, um clássico na culinária do país, vá ao City Grill Steakhouse o prato de espetinhos mistos vem com carnes de crocodilo, javali, avestruz e o antílope kudu.

Gourmets assumidos podem optar por dois restaurantes locais que ganharam posições na disputada lista dos 100 melhores restaurantes do mundo da revista inglesa Restaurant, ambos fora do Waterfront.

O Test Kitchen, do chef Luke Dale-Roberts, foi aberto em 2010 no descolado bairro de Woodstock e é disputadíssimo: às vezes, é preciso reservar com 15 dias de antecedência para conseguir uma mesa.  Sua cozinha inventiva é servida em menus degustação de 3, 5 ou 11 passos (há também um vegetariano), com ou sem harmonização de vinhos. O mesmo sistema ocorre no tradicional Aubergine,  do chef Harald Bresselschmidt, que costuma misturar sabores ocidentais e orientais, às vezes dentro de um mesmo prato. Os menus degustação são de 3, 4 ou 5 passos, com ou sem harmonização de vinhos, mas também é possível pedir pratos no sistema a la carte.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress
2 respostas a Uma noite perfeita na… Cidade do Cabo
  1. Rita disse:

    Mi van veled? Mostanában olyan ritkán írsz, akkor is tÅva.a‘akbsn.z.Jó, jó, elhiszem, hogy ilyen sokat varrtál, na de mi van a csoda fotómasináddal? Szabira ment? Várok már végre fotókat is… :)

  2. Gabriela disse:

    Ola! Tudo bem?! Estou indo para Cape Town em janeiro e para

    complementar as aulas da escola estou querendo fazer aulas

    particular 2 ou 3x por semana com algum professor local. Por acaso

    você conhece algum para me indicar? Ou talvez conheça alguém que

    conheça um professor! Muito obrigada, desculpa incomodar e parabéns

    pela página! Gabriela

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com