MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Japan House, novidade do ano na Avenida Paulista
set/17
29
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir
Fachada da Japan House: novidade na Paulista

Fachada da Japan House: novidade na Paulista

Passar um final de semana em São Paulo pode ser drama. Na cidade das superatrações, fica difícil escolher o que fazer. Visitar as construções históricas do Centro? Fazer compras nas lojas dos Jardins? Explorar parques como o do Ibirapuera? Tem tudo isso, e tem a Avenida Paulista. Se escolher passear por ela, prepare-se: dois dias podem não ser suficientes para explorar tudo o que há por ali. Só em 2017, o lugar, que já reunia nada menos que o MASP, a Casa das Rosas, o Itaú Cultural e o Conjunto Nacional, entre outros, ganhou presentões como o Instituto Moreira Salles e o lindo centro cultural no Japan House. Quer uma dica? Comece pelo último, a partir de uma caminhada que pode iniciar na Praça Oswaldo Cruz (estação Brigadeiro, Linha Verde do metrô). Saiba o que a Japan House tem de melhor:

A missão

Londres, Los Angeles e… São Paulo! A capital paulista foi uma das três escolhidas no mundo pelo governo japonês para abrigar um centro cultural inovador, que tem o objetivo de dar ainda mais visibilidade para a cultura do país. A ideia é surpreender os visitantes, que encontrarão de traços das tradições milenares às referências de inovação que o país carrega.

A arquitetura

Brasil + Japão. Esse é o conceito do prédio da Japan House paulistana. Madeiras centenárias, vindas do Japão, foram montadas como um gigantesco quebra-cabeças que contém nada menos que 630 peças. A técnica de encaixes, com mais de 300 anos de tradição, foi colocada em prática por artesãos especializados. A delicadeza da fachada é complementada por um imenso painel de cobogós – elementos vazados que viraram ícones da arquitetura brasileira na década de 1930. A obra é do premiado arquiteto japonês Kengo Kuma.

A programação

Exposições, workshops e palestras recheiam a agenda da Japan House, para que os visitantes explorem a cultura do país através, por exemplo, da literatura, da música e do artesanato. Além da tradição, a programação aposta também na inovação, no lado contemporâneo de um país que não para de surpreender.

Loja e biblioteca

A técnica de amarração de tecidos Furoshiki aparece nas embalagens, bolsas e até roupas da loja de mesmo nome, no primeiro andar da Japan House. No térreo, a Madoh, com ótima curadoria de peças de design, vende objetos de decoração e utilitários de madeira, cerâmica e bambu. Na biblioteca, com acervo de mais de 2 mil livros, temas como viagem e design podem ser explorados pelos visitantes nos idiomas português, inglês e, claro, japonês.

Restaurante e café

No Junji Sakamoto, do badalado chef Jun Sakamoto, o cardápio apresenta receitas tradicionais do Japão. Os delicados sushis, os sashimis com corte preciso, marcas de Jun, são imperdíveis. Para a sobremesa, o creme brulée de chá-verde é aposta certeira. Para acompanhar, invista nos típicos saquês, nacionais ou importados. O Imi Café, no térreo, é boa opção se a ideia é matar a fome gastando menos. Ali as comidinhas misturam os sotaques brasileiro e japonês. Há de pão de queijo a tortinhas orientais, de pão de milho a bolo de chá verde, dos chás orientais ao nosso tradicional cafezinho.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com