MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Fim de semana em São Paulo: os sabores imperdíveis
jan/18
03
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir
A movimentada Bella Paulista: dica para o café da manhã

A movimentada Bella Paulista: dica para o café da manhã

Museus, parques, centros culturais, vida noturna e… gastronomia. É para comer bem que muita gente desembarca na capital, com sua lista interminável de restaurantes badalados e estrelados. Mas não é preciso fazer reservas, enfrentar listas de espera ou gastar muito para comer bem em São Paulo. É na chamada “baixa gastronomia” que a cidade sustenta um de seus maiores patrimônios. Nesse sentido, o dia perfeito pode começar com um café da manhã reforçado, passar por um sanduíche clássico e terminar com uma pizza inesquecível. Veja, abaixo, alguns dos sabores imperdíveis de Sampa.

Café na “padoca”

Acordar em São Paulo e não tomar café na padaria (ou “padoca”, como dizem os paulistanos) é como passar pelo Rio sem subir no Pão de Açúcar. Sem exageros. O pão com manteiga na chapa, o queijo quente, o expresso duplo e o pingado (café com leite), indispensáveis para começar o dia, viraram instituições da cidade – melhor ainda se você comer no balcão, acompanhando de perto o vai-e-vem de pedidos e o trabalho do chapeiro. Onde comer: a Bella Paulista, na região da Avenida Paulista, é ótima pedida; mas toda padaria de bairro tem seu charme – basta pedir indicação na recepção do seu hotel.

O “sanduba” do mercadão

É um programa clássico para quem está no Centro da cidade: comer o sanduíche de mortadela do Bar do Mané, que leva pão francês crocante e 250 gramas de recheio. A refeição tem um charme especial: o bar fica dentro do Mercado Municipal. Dica: chegue antes das 12h ou depois das 15h, ainda mais se a visita for num final de semana.

O pastel de feira

A Barracas do Zé e da Maria, assim como o Bar do Mané (acima), ganham muitos pontos por causa de sua localização: a Praça Charles Miller, em frente ao Estádio Municipal do Pacaembú. Os caprichados pastéis são perfeitos para antes ou depois de uma visita ao Museu do Futebol, logo ali. A feira do Pacaembú acontece às terças, quintas, sextas e sábados, das 7h às 14h.

O tradicional Bauru

O irresistível bauru do Ponto Chic

O irresistível bauru do Ponto Chic

Pão francês, rosbife, tomate, pepino em conserva e queijos fundidos (prato, suíço e estepe). Essa é a receita de um dos mais tradicionais sanduíches da cidade, o bauru do Ponto Chic. Vale para quem está passeando pelo Centro (a casa fica no Largo do Paissandu, pertinho do teatro Municipal e da famosa Galeria do Rock); ou caminhando pela Avenida Paulista (Praça Oswaldo Cruz, ao lado do Shopping Paulista).

A pizza

Pizza: receita italiana, instituição paulistana

Pizza: receita italiana, instituição paulistana

É pra fechar o dia em grande estilo. Criada na Itália, a pizza transformou-se num ícone da cidade. As tradicionais marguerita, calabresa e mussarela são sempre uma aposta segura, mas há de tudo em matéria de recheio – vai da criatividade do pizzaiolo e da sua vontade de explorar novidades. Massa, molho e cobertura equilibrados fazem a diferença, assim como o forno a lenha. Como as padarias, as pizzarias estão espalhadas por toda a cidade. Se quiser seguir na tradição, fique entre a Marguerita, nos Jardins; a Camelo, com casas em Higienópolis, Itaim, nos Jardins, em Moema e no Morumbi; e a Speranza, na Bela Vista e em Moema.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com