MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Fim de semana em São Paulo: bares clássicos da cidade
fev/18
19
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir
Frangó: carta com mais de 400 rótulos de cervejas

Frangó: carta com mais de 400 rótulos de cervejas

Não é exagero dizer que a noite mais badalada do país começa numa mesa de bar. Da happy hour à madrugada, os bares são pontos de encontro amados pelos paulistanos, de domingo a domingo. A oferta é enorme, dos chamados pés-sujos aos arrumadinhos. E cada um tem seu charme – da “melhor caipirinha da cidade” à coxinha inesquecível, da carta de cervejas inigualável às paredes forradas por mil referências futebolísticas. Um fim de semana é pouco, muito pouco, pra conhecer o que de melhor a cidade oferece nessa área. Mas dá pra conhecer alguns de seus “cartões-postais”. Veja, abaixo, uma lista com lugares clássicos – uma iniciação ao mundo dos bares paulistanos, pra você começar ou terminar uma noite perfeita na capital. Saúde!

Genésio

A concorrência é enorme: o Genésio fica bem no coração da Vila Madalena, bairro com a maior concentração de bares de São Paulo. Mesmo assim, esse clássico nunca sai de moda, com mesas sempre cheias. Uns vêm atrás do chope geladíssimo, outros das ótimas sugestões que saem da cozinha – como as pizzas assadas em forno a lenha ou a deliciosa polenta cremosa, que se come de colher (e de joelhos!). O Genésio é lugar para esticar a noite: às sextas e sábados, fecha só às 4h30 da manhã. Se o lugar estiver lotado, atravesse a rua e aposte no Filial, dos mesmos donos (e com ótima variedade de cachaças).

Pirajá

PirajáAs mesas na calçada, entre as mais disputadas da cidade, são sua marca-registrada – não por acaso que o Pirajá sustenta o slogan “Um pedaço do Rio em São Paulo” (em tempo: o desenho de sua calçada é o mesmo do calçadão de Copacabana). O chope e o caldinho de feijão são as pedidas tradicionais, mas em geral os pratos e petiscos não decepcionam – como as porções de pastel ou os bolinhos de abóbora com carne seca. A matriz fica em Pinheiros, e há filiais na Alameda Santos (pertinho da Avenida Paulista) e nos shoppings Eldorado e Morumbi.

Astor

AstorTambém na Vila Madalena (há uma filial no shopping JK Iguatemi), faz parte do time dos bares “arrumadinhos”. Seu ar é mais chique, com decoração que remete aos anos 1950, e seu cardápio destaca os coquetéis – experimente o que leva gim-tônica, açafrão e cascas de limão. Para acompanhar, ostras fresquíssimas, que chegam direto de Santa Catarina. O porão do Astor revela uma grata surpresa, escondida atrás de cortinas de veludo vermelhas: o bar Sub Astor, com atmosfera cheia de charme e drinques excepcionais.

Frangó

A “melhor coxinha da cidade” mora no Frangó. Ao menos é o que dizem os assíduos frequentadores desse ícone da Zona Norte da cidade (no simpático Largo da Matriz, na Freguesia do Ó), que completou 30 anos em 2017. O salgado, recheadíssimo de frango com catupiry, é a estrela do cardápio – e um dos petiscos imperdíveis de São Paulo. Também vai ao Frangó quem gosta de cerveja: sua invejável carta tem mais de 400 rótulos.

Veloso

VelosoNa Vila Mariana também se diverte quem gosta de bar com mesas na calçada, e de coxinhas: assim como o Frangó, o Veloso não se cansa de fazer propaganda (justíssima) de seu petisco carro-chefe. O bar é concorrido e não tem tantos lugares – quem chega tarde geralmente entra na lista de espera. Quem tem paciência sai ganhando: vira e mexe as caipirinhas do Veloso aparecem na lista das melhores de São Paulo. Bom pra quem quer ir de metrô, o Veloso fica no roteiro da Linha 1 – Azul, entre as estações Ana Rosa e Vila Mariana.

São Cristóvão

São CristóvãoNo pequeno São Cristóvão, não há paredes em branco. Elas são ocupadas por fotos, pôsteres, adesivos, flâmulas e outros mil badulaques que fazem referência ao mundo do futebol. Quem curte essa vibe pode passar horas curtindo as relíquias, vendo partidas nas TVs e experimentando seus clássicos – a cerveja gelada, as porções de pastel, o filé à Oswaldo Aranha. O nome do bar, na Rua Aspicuelta (o principal corredor etílico da Vila Madalena), faz referência ao lendário clube carioca que revelou Ronaldo Fenômeno.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com