MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Bruges ou Bruxelas?
jun/14
20
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir

Sede da União Europeia e da Otan, Bruxelas pode ter um ar um pouco sisudo à primeira vista. Mas, a meio caminho entre Paris e Amsterdã, no pedaço da Bélgica que fala francês, a capital se defende com as armas que aprendeu a criar: bares, cafés, cervejarias, bons restaurantes, galerias e hotéis charmosos, que a inserem na lista de cidades mais antenadas da Europa. Já Bruges, a vedete turística da Bélgica flamenga, tem uma beleza mais do que evidente, com seus canais e casas de pedra. De ares românticos e visual impecável, a Bruges de hoje é fruto de uma reconstrução no fim do século 19 que a deixou com o mesmo aspecto que tinha durante a Idade Média. Bruges ou Bruxelas? Fique com as duas: apenas uma horinha de trem separa uma da outra.  Mas não deixe de ler nosso comparativo a seguir.

 

Vistas

Em Bruges, a Torre Beffroi, do século 16, é o edifício mais alto do centro. Para subir ao topo, é preciso vencer 366 degraus, mas vale o sacrifício. Soberana na praça Markt (do mercado), ela tem a melhor vista da cidade, do alto de seus 83 metros.

Já em Bruxelas, a melhor vista é a do Atomium , uma torre bastante chamativa, em forma de átomos, construída para a Expo de 1958. O mirante está a 92 metros de altura.

 

 

Atrações

A praça Markt é um bom ponto de partida para conhecer a vertente histórica de Bruges, entrecortada por canais e recheada de igrejas, torres e palácios. Passear pelos canais de Bruges de barco é um daqueles clichês necessários e inesquecíveis, assim como andar de charrete no Central Park ou de gôndola em Veneza. Essencialmente romântico, o passeio é um hit para casais.

 

O cartão postal de Bruxelas por excelência é a Grande Place, cercada de edifícios imponentes em vários estilos arquitetônicos que convivem em harmonia. Outro ícone da cidade, por mais surreal que seja, é a estátua Manneken Pis, de um menino fazendo xixi sobre uma fonte. Entre os programas culturais, o mais importante é o complexo Musées Royaux d’Art et Histoire , que reúne quatro museus. O mais interessante do conjunto é o Cinquantenaire, com coleções de arte de vários períodos e partes do mundo. As galerias de arte também estão entre os trunfos de Bruxelas. Entre as mais interessantes estão a Paris-Beijing , especializada em fotografia; a Nathalie Obadia  e a Almine Rech , ambas dedicadas à arte contemporânea.

 

Gastronomia

Seja em Bruges ou em Bruxelas,  o “prato nacional” é a batata frita, cuja invenção os belgas reivindicam. Outra vocação inquestionável é a de produzir chocolates. Em ambas as cidades, as ruas estão cheias de lojinhas especializadas. A bebida oficial é a cerveja, que aparece em incontáveis marcas artesanais, deliciosamente encorpadas e bastante alcoólicas (beba com moderação!).

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com