MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Bordeaux, a capital do vinho
nov/16
16
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir
A novíssima “Cidade do Vinho”

A novíssima “Cidade do Vinho”

Recheada de edifícios neoclássicos e monumentos grandiosos, Bordeaux tem metade de seu território tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Com avenidas arborizadas, museus de peso e uma pompa que lhe rende o apelido de “pequena Paris”, a cidade também é a porta de entrada para a região produtora de vinhos mais renomada do mundo. Portanto, conhecer os lendários châteaux dos arredores e entender um pouco mais sobre os todo-poderosos tintos locais são os programas favoritos de grande parte dos visitantes. A seguir, os passeios perfeitos para degustar Bordeaux:

Cidade do vinho

Vinhedo nos arredores de Bordeaux

Vinhedo nos arredores de Bordeaux

A nova atração de peso de Bordeaux é a Cité du Vin, um ponto de partida ideal para conhecer a relação da região com a famosa bebida. O acervo faz uma viagem sensorial pela cultura e a história do vinho através de 20 exposições temáticas. Projetado por Anouk Legendre e Nicolas Desmazières, do escritório XTU Architects (responsáveis pelo pavilhão da França na expo de Milão em 2015), o edifício cheio de curvas, foi moldado com chapas de alumínio perfurado e grandes superfícies de vidro que refletem a luz do sol. No interior, o Le belvédère é onde os visitantes podem degustar os legendários vinhos da região (uma dose de 50 ml está incluída no preço da entrada), num espaço forrado de taças, com vista de 360 graus para a cidade. Uma boa loja, um wine bar e o restaurante Le 7 completam as atrações.

Médoc, o mito

O mítico Châteaux Margaux, nos arredores de Bordeaux

O mítico Châteaux Margaux, nos arredores de Bordeaux

A cerca de vinte minutos de carro do centro da cidade, Médoc é a mais famosa das sub-regiões produtoras de vinho de Bordeaux. Localizada à margem esquerda do rio Garona, concentra algumas das vinícolas mais cultuadas do planeta, como a Château Margaux. Concebida para ser o “Versalhes do Médoc”, a construção em estilo neoclássico é um dos marcos da arquitetura bordelaise do século 19, período em que algumas vinícolas transformaram as suas sedes em verdadeiros palacetes. Pauillac, a 20 quilômetros de Margaux, tem outras três lendas vivas do vinho: Château Latour, Château Lafite Rothschild e Château Mouton Rothschild. Nem todas elas são abertas ao público (e, em todo caso, as visitas devem ser agendadas). O mais fácil, para não ter erro, é agendar um dos muitos passeios com degustações oferecidos por qualquer agência de viagem da cidade. Eles costumam incluir visitas guiadas a alguns châteaux e almoço.

Saint-Émilion

A linda Saint-Émilion e a maior igreja monolítica da Europa

A linda Saint-Émilion e a maior igreja monolítica da Europa

A 30 minutos de trem de Bordeaux, Saint-Émilion é um vilarejo medieval que produz vinhos desde os tempos do Império Romano. A cidadezinha tem a maior igreja monolítica da Europa, talhada a partir do século 9 – e também os melhores macarons do planeta! Feita de ladeiras de pedras irregulares, a cidade repousa sobre uma rede imensa de túneis subterrâneos e catacumbas. Muitos desses espaços são aproveitados como caves naturais (e algumas delas podem ser visitadas). O ótimo escritório de informação turística dá informações sobre as vinícolas da cidade e organiza passeios e degustações.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com