MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Bogotá ou Cartagena?
abr/13
17
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir

Bogotá, a capital da Colômbia, tem tudo o que uma cidade grande oferece: vida cultural, ótimos restaurantes e noites agitadas. E passou por uma reforma urbanística nos últimos anos que reforçou suas qualidades. Cartagena de Índias (o nome oficial de Cartagena) é uma pequena joia histórica à beira-mar, com seu centro antigo rodeado por uma muralha incrivelmente preservada, cada tijolo contando um pouquinho mais sobre seu passado colonial. Com tantos predicados, foi tombada pela Unesco.

As duas estrelas do turismo colombiano são muito mais complementares do que competidoras, já que uma primeira viagem ideal ao país combina os dois destinos – 1h30 de voo os separam. Mas é sempre possível modular quanto tempo ficar em uma ou em outra, de acordo com o perfil ou interesse do viajante. Ou, se a viagem for curta, um feriado, por exemplo, escolher uma só para ser experimentada com calma.

Acompanhe nosso comparativo.

 Atrações

Bogotá prima pela diversidade. Cartagena, pela experiência de imersão em uma Colômbia do passado.

Na capital, o centro histórico, conhecido como La Candelaria, concentra a maior parte dos passeios obrigatórios. É lá que fica a Plaza de Bolívar, o Museo Botero, com 123 obras do colombiano Fernando Botero e 85 de outros artistas internacionais, e o Museo del Oro, com mais de 50.000 peças – o maior acervo de ouro da era pré-hispânica no mundo.

Fora da cidade, o passeio mais fascinante é a Catedral de Sal, uma igreja subterrânea construída dentro de uma mina ativa de sal. Fica em Zipaquirá, a cerca de 60 quilômetros de Bogotá.

Em Cartagena, tudo acontece dentro da cidade murada, o centro histórico. Passear aqui é perder-se pelas ruazinhas de pedra, admirar o casario colonial e republicano, com varandas decoradas por primaveras de todas as cores, parar nos cafés e lojinhas que gostar.

Fora dos muros, o principal ponto turístico é o Castillo San Felipe de Barajas, fortaleza construída pelos espanhóis no século 17 para proteger a região de ataques piratas. Além de explorar os estreitos túneis e passagens subterrâneas, ali se pode ter uma das melhores vistas da cidade.

Finalmente, há o mar. Cartagena é banhada pelo Mar do Caribe, mas como ela não é uma ilha, e tem orla urbanizada, curtir a praia aqui não é aquela experiência típica caribenha, com água azul-bebê e areia branquinha, como em Cancún, Punta Cana ou Bahamas. Quem busca esta exata paisagem deve fazer um passeio de barco até as Islas del Rosario, um arquipélago de 27 ilhotas rodeadas por corais, onde se pode mergulhar e, sim, fazer aquela foto de cartaz publicitário.

Hotelaria

Em Bogotá, a região hoteleira por excelência é a Zona Rosa (ou Zona T), ao norte do centro. Também há uma boa variedade de hotéis em La Candelaria. Como toda cidade grande, há de hotéis de rede com perfil corporativo a hotéis butique, de alto luxo, ou albergues para mochilagem.

Em Cartagena, a escolha da localização do hotel é mais sensível. Ficar dentro da cidade murada ou fora é uma decisão capaz de mudar bastante o clima da viagem. Quem busca esse destino pelo seu charme histórico e romantismo faz bem em cacifar um hotel dentro das muralhas. São, em sua maioria, pequenos hotéis butique ou ícones do turismo de luxo colombiano, como o Sofitel Santa Clara, construído dentro de um antigo convento do século 17. Os hotéis fora do limite das muralhas, especialmente na península de Bocagrande, fazem a cabeça de quem adora uma praia urbana, ou de quem está com família grande ou em grupo. O custo-benefício, nestes casos, costuma ser melhor fora do centro.


Gastronomia
Gourmets exigentes conseguem aproveitar bem tanto Bogotá quanto Cartagena, embora a variedade de opções na primeira seja maior, é claro.

A Zona G, próxima ao Cerro de Monserrate, é o centro gastronômico de Bogotá. Para jantar já num clima de noitada, melhor ir à Zona T, que mescla restaurantes a bares e danceterias. A maior atração noturna da cidade, misto de restaurante, bar e balada, no entanto, fica a quarenta minutos de Bogotá, no município de Chía. É o Andrés Carnes de Res lugar coloridíssimo, e badaladíssimo, onde turistas e locais se encontram.

Em Cartagena, o perfil dos restaurantes é mais intimista e o foco é a cidade murada. A especialidade local são os frutos do mar, divinamente preparados em casas disputadas do centro histórico como o La Vitrola, na Calle Baloco – em seu salão inspirador, que lembra a Cuba pré-revolução, vale investir em um figurino mais elegante. Outro endereço respeitado é o El Santíssimo, ideal para comer carne e pratos típicos colombianos.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress
12 respostas a Bogotá ou Cartagena?
  1. Melly disse:

    Your posting is abtlousely on the point!

  2. Ari disse:

    Pra quem curte balada, escrevi umas dicas bacanas sobre Bogotá que deve ajudar os leitores do blog: http://viajanteanonimo.com/bogota-e-minhas-experiencias-colombianas/

  3. Harachi disse:

    Valentina is adorable! She does have a lot of her fahter’s features, but some of her mom’s as well. I don’t know why , but I think Salma will have another child either this year or next! It has nothing to do with this picture, she doesn’t look pregnant, it’s just my weird intuition haha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com