MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Atenas ou Istambul?
fev/12
06
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir

Berço da civilização ocidental e revitalizada para os Jogos Olímpicos de 2004, Atenas exerce fascínio histórico sobre os turistas – e com a crise econômica que abalou o país em 2011, ficou mais barato viajar para lá (para os turistas, esse é o principal reflexo da crise). Já Istambul, no limite da Europa com a Ásia, ganhou um banho de loja nos últimos anos e está tinindo, com mesquitas restauradas, além de novos restaurantes e hotéis. Veja a seguir um comparativo das cidades. Se continuar difícil escolher, basta embarcar em cruzeiros que passam pelas duas, parando nas principais ilhas dos arredores.


Cartões-postais

Em Atenas, de onde quer que se olhe, avista-se a Acrópole, conjunto de templos gregos no
ponto mais alto da cidade – a mais incrível dessas construções é o Parthenon, com sua
estrutura simétrica representante da arte e do pensamento clássico do século 5 a.C. Perto das ruínas, o prédio de arquitetura contemporânea do Acropolis Museum, inaugurado em 2007, exibe esculturas e outras relíquias históricas recolhidas nos sítios arqueológicos da colina.

Em Istambul, também são os templos as construções mais dignas de nota – e fotos. A Mesquita Azul, uma das mais recentes da cidade, foi erguida no século 17. O que mais Chama atenção nela são os azulejos azuis da região de Izmik que forram suas arcadas, e os seis minaretes (em geral, mesquitas têm no máximo quatro). A outra atração obrigatória é a Basílica de Santa Sofia, hoje transformada em museu. Construída pelo imperador Constantino para ser a catedral da então Constantinopla, foi tomada pelos turcos em 1453 e transformada em mesquita – ganhou minaretes, um enorme lustre e os mosaicos originais se juntaram a ornamentos característicos do islamismo. O tamanho da cúpula impressiona: são 32 metros de diâmetro em um pé direito de 60 metros.

Gastronomia

Na terra de Zeus, vale se sentar com calma em uma taverna para sentir os sabores da moussaká (espécie de lasanha com massa de batata, carne moída e berinjela). Nas ruas de Monastiraki, bairro que concentra os restaurantes, prove também keftedes (que lembram almôndegas), salada grega, carneiro assado com batatas e gyros – o verdadeiro churrasquinho grego, feito com camadas sobrepostas de carnes de diferentes animais. Em Istambul, como em toda cidade cosmopolita, pesa mais o estilo do viajante. Para viver e experimentar a cidade como os turcos, vá a uma meyhane, espécie de taverna que serve pequenas porções para compartilhar, os mezes. As meyhanes se concentram na região dos bairros Çiçek Pasaji e Nevizade Sokak. Nas barraquinhas de rua, aposte nos kebabs, os tradicionais sanduíches enrolados no pão pita. Entre as casas gourmet está o 360, com salão com vista para o Mar Bósforo que merece o título de imperdível.

Compras

No Grande Bazar turco, o segredo está em exercitar a arte da pechincha nas mais de 5 mil barracas distribuídas por 60 ruas com todo o tipo de produtos: abajures, bolsas, condimentos, tapetes kilim, sapatos, bijuterias, cerâmicas, tecidos… Esses últimos, em geral, são mais caros no mercado que nas lojas espalhadas pela cidade, por causa da grande concentração de estrangeiros. Em Sultanahmet, o bairro histórico e turístico por excelência, pululam ambulantes e lojas de lembrancinhas. Grifes famosas como Armani e Louis Vuitton encontraram seu território nos bairros Nisantasi e Tesvikiye. Já em Atenas as compras de rua ficam perto da Acrópole, no bairro de Monastiraki. Ali, uma lojinha ao lado da outra vende suvenires: esculturas de gesso que imitam as obras clássicas, olhos gregos, peças de ouro e prata – há também vendedores de antiguidades. O shopping Golden Hall é a casa das grifes, que também estão em Kolonaki.

Arredores

Santorini e Mykonos estão incluídas em todos os roteiros clássicos pelas ilhas gregas. A primeira é famosa pelas casinhas brancas fincadas na encosta, mas também tem praias pouco exploradas. A segunda é a capital grega da festa, que tem Paradise Beach como epicentro, onde a música rola 24 horas por dia. Quem prefere contemplar a badalar não pode perder o sol se pondo sobre o mar Egeu. Em Rodes, já bem perto da Turquia, há também uma Acrópole e o Templo de Vênus, que se unem aos 13 quilômetros de muralhas da época em que a cidade foi um importante polo medieval. De Istambul, a esticada clássica é até a região da Capadócia, onde teria vivido São Jorge. Ali a natureza se encarregou de esculpir nas rochas uma espécie de paisagem lunar – a melhor vista é, sem dúvida, do alto, em um voo de balão.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.


Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com