MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Amsterdã ou Roterdã?
jan/13
28
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir

Amsterdã ou Roterdã?

Uma das maneiras mais legais de entender a rivalidade entre as duas principais cidades da Holanda é ir assistir a um clássico do futebol regional: um jogo entre o Ajax, de Amsterdã, e o Feyenoord, de Roterdã. No estádio, sobram provocações bairristas entre as torcidas, no melhor estilo paulistas contra cariocas.

As duas cidades estão separadas por apenas 65 quilômetros (ou uma hora de trem). Roterdã, no sudoeste da Holanda, é o principal porto do país e um dos mais importantes do mundo. Tem mais vocação comercial do que festiva, e um skyline quase futurista. Tudo porque a cidade foi  aniquilada por um bombardeio aéreo alemão, durante a Segunda Guerra Mundial, que não deixou  pedra sobre pedra dos edifícios do centro histórico. Já Amsterdã, mais ao norte, é a queridinha dos viajantes: livre, artística, bela, com seus canais e barcos-casa, muitas  bicicletas, e construções antigas preservadas.

Apesar das diferenças, as duas transpiram juventude e uma organização impecável. Para escolher a sua preferida, ou saber o que fazer em cada uma, confira nossa comparação.

Atrações
Em Roterdã, a maioria dos cartões postais provam seu vigor econômico. O principal é  a ponte estaiada apelidada de “Cisne”,  Erasmusbrug.  Também são comuns na cidade os passeios de barco para conhecer o porto, o mais movimentado da Europa, por onde circulam 430 milhões de toneladas de cargas todos os anos.  Dois passeios completam o circuito básico: um pelas curiosas casas-cubo, da década de 1980, outro, a subida à torre Euromast, de 185 metros, a mais alta da Holanda. De lá dá pra ver os prédios modernos, os parques e os vários canais de Roterdã.

Na vizinha Amsterdã, os melhores passeios são feitos em bicicletas alugadas, pelas pontes que cruzam canais. Ou dentro dos seus museus de primeiríssima linha. Como o Museu Van Gogh, um mergulho emocionante na vida e na obra do gênio holandês. Mais de 200 pinturas e  437 desenhos dele estão lá – na verdade, até 25 de abril de 2013, o acervo migrou para o Hermitage Amsterdam, por conta de uma reforma. Depois dessa data, tudo volta ao prédio original. O Rijksmuseum, dedicado à arte holandesa, é outro clássico da cidade – também reabre em Abril de 2013 (mas no dia 13), após longa reforma.

Outros passeios tradicionais holandeses, como o roteiro pelos moinhos de vento, ou pelos parques de tulipas de Keukenhof, podem ser visitados com a mesma facilidade por quem se hospeda em Amsterdã ou em Roterdã.

Vida noturna
O famoso bairro da Luz Vermelha (com as vitrines onde mulheres se exibem em busca de clientes) não deixa Amsterdã esconder seu lado notívago. Com uma cena agitada de bares e clubes de música eletrônica, Amsterdã é um prato cheio para viajantes que não gostam de voltar para casa cedo. Para saber das novidades do momento, consulte revistas locais de entretenimento ou guias globais como o Time Out Amsterdam. 

Embora menos conhecida neste quesito, Roterdã não se deixa intimidar: com uma população bastante jovem e muitos estrangeiros circulando, graças ao porto, sua programação noturna está sempre concorrida. Não faltam imensos clubes de música eletrônica, alguns dos melhores ocupando antigos armazéns na zona portuária. Um bom guia local de entretenimento é o Rotterdam Info.

Compras 
Em Roterdã, a principal zona comercial fica no centro. Não deixe de conferir as lojas de departamento locais: Bijenkorf e Vroom & Dreesmann. Os dois principais shoppings do país também estão na cidade: o Zuidplein e o Alexandrium Shopping Center.

Amsterdã tem uma variedade de zonas comerciais maior, mas parece que todo mundo se encontra em Kalverstraat, o calçadão comercial por excelência. Para objetos de design, a região certa é Rozengracht, com muitas galerias de arte e lojas vendendo o trabalho de jovens artistas e designers holandeses. Spiegelkwartier, atrás do museu Rijksmuseum, é ótima para achar antiguidades. E, para comprar em um dos endereços mais elegantes da Holanda, basta procurar pela rua PC Hooftstraat, ladeando o Vondelpark, o coração verde de Amsterdã.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com