MMTGapnet
Europa África do Sul América do Norte América Central & Caribe América do Sul Nacional
Acompanhe:
Categorias
  • Destino x Destino
  • Dvida do Viajante
  • Raio x dos Passeios
  • Roteiro Perfeito em
  • Dicas de Concierge
Abu Dhabi ou Dubai?
fev/12
29
Compartilhe
  • Enviar para um Amigo
  • Imprimir

Entre os sete emirados federados (espécies de estados) que compõem o país Emirados Árabes Unidos, as duas meninas dos olhos são Abu Dhabi e Dubai. Dubai é a maior cidade do país, mas Abu Dhabi é a capital. O mais importante para você? Elas disputam as atenções dos viajantes, investindo em construções superlativas. Se Dubai saiu na frente, escancarando ao mundo seus mega shoppings e ilhas artificiais no começo dos anos 2000, hoje muitos holofotes apontam para a capital Abu Dhabi, que constrói filiais de renomados museus assinados por arquitetos do porte de Frank Gehry e Zaha Hadid. Confira nosso comparativo do perfil desses destinos.

Cartões-postais

A mesquita mais incrível, a Sheikh Zayed, fica em Abu Dhabi: em estilo marroquino e turco, a opulente estrutura toda branca erguida nos anos 1990 tem área equivalente a cinco campos de futebol e capacidade para mais de 40 mil devotos. Abriga lustres de cristais Swarovski e o maior tapete persa feito a mão do mundo. A mais emblemática mesquita de Dubai é a de Jumeirah – única que aceita não-muçulmanos, em visitas guiadas. A atração mais icônica de Dubai é o Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo, com 828 metros e um mirante no 124º andar do qual se avistam desde as ilhas artificiais de Palm Island até o deserto. Em Abu Dhabi, as atrações que ainda estão em construção geram enorme expectativa: as filias do museu do Louvre e Guggenheim (previstos para 2015 e 2017, respectivamente) e o Performing Arts Centre, projeto de Zaha Hadid.

Atividades

Em matéria de diversão, a disputa entre as duas cidades é acirrada. O Ski Dubai é uma estação de esqui em pleno deserto, com mais de 22 mil metros quadrados de neve de verdade e cinco diferentes rampas. Já em Abu Dhabi fica o Ferrari World, parque de diversão que faz jus à fama da montadora italiana: a montanha russa Formula Rossa chega a 240 km/h em menos de cinco segundos. Para um passeio histórico, o Heritage Village em Abu Dhabi é um complexo de jardins, casas e comércio que retratam a vida na região antes da era do petróleo. Já o Museu de Dubai – instalado no Forte de Al Fahidi, do século 18 – guarda objetos, cerâmicas e joias que contam a história dos Emirados Árabes Unidos.

Hotelaria

Haja superlativos para caracterizar os hotéis das duas cidades. O mais icônico é o Burj Al Arab, em Dubai, com 321 metros de altura e formato que lembra uma vela de navio. Mima os hóspedes com tantos serviços de luxo (como a frota de Rolls-Royce à disposição), que se autodenomina sete estrelas. Já em Abu Dhabi, o destaque fica para o Emirates Palace – construído em 2005, custou estimados 3 bilhões de dólares (só para se ter uma ideia: o colosso tem 114 cúpulas e 1002 lustres). A oferta de hotelões não para por aí: Abu Dhabi ainda tem, entre os mais luxuosos, o St. Regis, o Park Hyatt e o Yas Viceroy, enquanto Dubai tem mais de duzentos hotéis de quatro e cinco estrelas. Se a procura for por acomodações mais em conta, o melhor é ficar em Abu Dhabi – é quase impossível achar hotéis baratos em Dubai.

Gastronomia

A culinária das duas cidades reflete a população formada, em boa parte, por imigrantes: é grande a oferta de restaurantes indianos, filipinos, libaneses, italianos, palestinos e chineses. Filiais de restaurantes premiados estão nos hotéis de luxo e arredores, como o chinês
Hakkasan no Emirates Palace, em Abu Dhabi, e o Nobu, do chef Nobu Matsuhisa, no The Atlantis em Dubai. Para refeições mais em conta, os shoppings das duas cidades têm restaurantes fast food, tanto de redes internacionais quanto de comida local.

Compras

Há duas experiências distintas tanto em Dubai quanto Abu Dhabi: shoppings e souks. Versace, Fendi, Armani e outros gigantes da moda têm lojas nos mega shoppings que dominam as duas cidades, como o Marina Mall em Abu Dhabi e o The Dubai Mall (que além de 1200 lojas, ainda abriga um aquário gigante com mais de 33 mil animais). Já os souks são os frenéticos mercados de rua, onde pechinchar não só é permitido como é quase uma obrigação. Em Dubai, são imperdíveis os souks do bairro Deria, principalmente o de especiarias e o de ouro – com joias de tradicionais a criativas, que ostentam também diamantes e outras pedras preciosas, além de peças em prata. Em Abu Dhabi, o souk Al Meena tem ótimas ofertas de tecidos e tapetes e o mercado de camelo, na rua Al Masoudi, vale tanto para quem pretende pechinchar um camelo, cabrito ou ovelha, como para quem só quer espiar as transações.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.

Consulte seu agente de viagens e peça pelos pacotes da MMTGapnet.
Comentários Facebook
Comentários Wordpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com